Boulevard > Cine Sesc
 
Mostra Sesc de Cinema exibe selecionados na etapa estadual 
 

A produção audiovisual do Pará é muito rica, mas pouco difundida nacionalmente. Assim como em vários estados do Brasil. Com o objetivo de promover a difusão da produção cinematográfica brasileira que não chega ao circuito comercial de exibição, contribuindo, assim, para a promoção e o lançamento de artistas de todo o país, o Serviço Social do Comércio (Sesc) realiza nacionalmente a Mostra Sesc de Cinema. A mostra iniciou ano passado com as inscrições das obras, e agora chega aos estados com a exibição dos filmes selecionados. No Pará a Mostra Estadual Sesc de Cinema será realizada no Centro Cultural Sesc Boulevard, no período de 23 a 27/05. A entrada é franca.

O projeto avalia obras já prontas, curtas e longas-metragens de produtores nacionais, permitindo a divulgação dos trabalhos em todo o Brasil e incentiva a propagação de iniciativas culturais.Na primeira fase foram recebido mais de 40 filmes na Mostra, porém somente 22 curtas e 01 longa foram selecionados. Nesta etapa, os filmes selecionados para as Mostras Estaduais, no total de 21 obras, serão exibidos ao público e concorrerão à indicação para a segunda fase de seleção, quando serão definidos os 04 curtas e 02 longas vencedores que irão participar da Mostra Nacional, composta por 30 filmes, sendo dois longas-metragens e quatro curtas-metragens de cada região do país.

Na abertura da Mostra – Etapa Estadual, dia 23, às 18h, serão apresentados os curtas de gênero documentário: “A Batalha de São Brás”, de Adrianna Oliveira; “Viva o Auto”, de Edielson Shinohara; “Lado B - O rock paraense dos anos 80”, de Janine Valente; “Tambor de Mina Dois Irmãos - Raiz, Tambor e Fé”, de André dos Santos. Todos com classificação livre. Logo após, às 20h, a jovem cantora paraense de Marabá Lariza Xavier fará um pocket show com pós exibições e bate-papo. Na quarta (24), também às 18h, será exibido os curtas: “Pedaços de Pássaros”, de Andrei Miralha e Marcílio Costa, com classificação livre; “Tempos de Bola”, de Walquiria Mélo, classificação livre; “Encontro”, de Walquiria Mélo e Thiago de Moraes, classificação livre;  “Amor”, de Roger is not Braga, classificação 10 anos; “Passos da fé”, de Flavio Contente, classificação livre; “Eu tô bem”, de Edielson Shinohara, classificação 16 anos e “Patacori Ogum”, de Riceles Araújo Costa, classificação livre. Na quinta (25), às 18h, os curtas exibidos serão: “O caminho das Pedras”, de Fernando Segtowick e Alexandre Nogueira, classificação livre; “Garimpo Tocantinzinho”, de André dos Santos, classificação livre; “Memórias do Cine Argus”, de Edivaldo Moura, classificação 12 anos e “Em Trânsito”, de  Alex Martins, classificação livre. Na sexta (26), às 18h, serão apresentados os curtas: “Shala”, de João Inácio, classificação livre;  “Meninx”, de Tarcisio Gabriel da Conceição Santos, classificação 16 anos; “Toura”, de Erik Lopes, classificação 12 anos; “Conserto”, de Anselmo Gomes e Edivaldo Moura, classificação 14 anos;  “I Loathe You”, de Roger is not Braga, classificação 12 anos;  “Transluciferação”, de Galvanda Galvão & Izabela Leal, classificação livre e “Nam Sibyllam”, de Galvanda Galvão & Izabela Leal, classificação livre. No sábado (27), a mostra inicia às 16h, com a exibição do longa “Olhos D'água - da Lanterna Mágica ao Cinematographo”, de Eduardo Souza, classificação 12 anos. Logo após, às 18h, será a premiação e encerramento da Mostra Sesc de Cinema.

Como prêmio, os indicados para a segunda fase assinam um contrato de licenciamento para exibição pública nos projetos do Sesc, em âmbito estadual e os escolhidos para a Mostra Nacional assinam um contrato de licenciamento para exibição pública em todo o Brasil, ampliando sua visibilidade nacionalmente.

A avaliação será feita por uma comissão formada por profissionais e especialistas das áreas de cultura e de cinema de cada região. Além de destacar os trabalhos mais expressivos, a Mostra Sesc de Cinema vai eleger os destaques por categoria: melhor roteiro, filme, direção de fotografia, desenho de som, direção de arte, direção de elenco, montagem, atriz e ator.

 

Serviço:

Mostra Sesc de Cinema

Data: 23 a 27/05/2017

Local: Centro Cultural Sesc Boulevard (Boulevard Castilho França, 522/523 - em frente à Estação das Docas)

 Informações: (91) 3224-5305 / 3224-5654 (Centro Cultural Sesc Boulevard)

                        (91) 4005-9584/4005-9587 (Coordenação de Comunicação do Sesc no Pará)

Entrada Franca

cecomsescpa@gmail.com

www.sesc-pa.com.br

Facebook: Sesc Boulevard

 

Programação:

 

23/05 (Terça Feira )

CINEMA

18h –Abertura da Mostra Sesc de Cinema/Mostra de Curtas 01

Filme: A Batalha de São Brás, de Adrianna Oliveira

Gênero: Documentário

26 min │2016  │ Livre

Mercado de São Bráz, Belém, Pará, Norte do Brasil. Durante o dia, o espaço é uma feira em um prédio histórico abandonado, construído em uma época de grande riqueza na cidade. Mas nos sábados à noite, o lugar se transforma em uma das manifestações do hip-hop: a Batalha de MC’s. Jovens da periferia da cidade se reúnem para saber quem é o melhor MC da noite.

Filme: Viva o Auto, de Edielson Shinohara

Gênero: Documentário               

15 min │2016  │ Livre

O Auto do Círio, espetáculo de rua de Belém-PA e patrimônio histórico e cultural, ligado ao Círio de Nazaré, pelo olhar dos seus personagens. A entrega, a paixão e as experiências pessoais e coletivas que garantem o espetáculo e tudo o que ele representa na vida dos participantes. Uma ligeira abordagem sobre o seu valor afetivo.

Filme: Lado B - O rock paraense dos anos 80, Janine Valente

Gênero:  Documentário

2015  │ Livre

A cena musical vivida atualmente trás consigo a herança do primeiro “boom” do rock independente vivida na cidade de Belém do Pará entre as décadas de 80 e 90, sendo precursora de um grande movimento que continua a influenciar o rock produzido na cidade atualmente. Lado B – O Rock paraense dos anos 80 vem resgatar memórias e histórias da época.

Filme: Tambor de Mina Dois Irmãos - Raiz, Tambor e Fé, de André dos Santos

Gênero: Documentário

26 min │2014  │ Livre

O documentário Mina Dois Irmãos – raiz, tambor e fé faz o registro do Tambor de Mina no Pará. Religião de matriz africana, o Tambor de Mina veio do Maranhão para o Pará por obra de mãe Josina, que em 1890 aqui fundou o Tambor de Santa Bárbara. Apesar de pouco conhecida, essa religião é mais antiga no estado do que o Candomblé e a Umbanda. Mais tarde denominado Tambor de Mina Dois Irmãos, o filme documenta o terreiro mais antigo do Pará, em plena atividade depois de quatro gerações.

 

24/05 (Quarta Feira )

CINEMA

18h-Mostra Sesc de Cinema/  Mostra de Curtas 02

Filme:Pedaços de Pássaros, de Andrei Miralha e Marcílio Costa           

Gênero: Ficção

13 min │Livre│2015

O pássaro como metáfora das relações do homem no mundo contemporâneo. Fragmentos, pedaços da vida cotidiana abordados poeticamente.

Filme: Tempos de Bola, de Walquiria Mélo

Gênero:Ficção 

01 min │Livre│2014

O futebol é o responsável por uma lembrança do passado e uma grande surpresa.

Filme:Encontro, Walquiria Mélo e Thiago de Moraes

Gênero: Ficção

6 min │Livre│2015

Ana é mulher solitária que, ao perder a filha em um trágico acidente, decide se isolar das pessoas e do mundo. Desde então, ela chora pelos cantos de casa pela perda daquela que a chamava de Vida. Até que um dia, acorda no limite da falta que a filha faz e toma uma importante decisão.

Filme:Amor, de Roger is not Braga

Gênero:Documentário

18min│ 10 anos │ 2015

O que é o amor na visão de diferentes pessoas.

Filme: Passos da fé, de Flavio Contente

Gênero: Documentário

29 min  │Livre│ 2015

Esta produção visa documentar a partir do GRUPO CAMINHADA DE FÉ o percurso de 80 km saindo da Cidade de Castanhal/PA, com suas dificuldades, relações religiosas, solidariedade, amor, perseverança e principalmente a devoção de Fé que cada participante da caminhada transmite ao longo da jornada até a Basílica de Nazaré.

Filme: Eu tô bem, de Edielson Shinohara

Gênero: Ficção

7 min│16 anos │2016

O curta-metragem retrata um pós-termino de relacionamento, no qual uma das partes imerge em melancolia e saudosismo. Trata-se da dor da separação; do não querer viver sem o outro, do peso da solidão, e também da esperança de superação.

Filme: Patacori Ogum, de Riceles Araújo Costa

Gênero: Documentário               

15min│Livre│    2015

Documentário sobre a festa em homenagem a Ogum realizada no Terreiro de Umbanda Caboclo Sete Flechas. Distrito de Apeú, Castanhal-PA.

 

25/05 (Quinta feira)

CINEMA

18h- Mostra Sesc de Cinema/ Mostra de Curtas 03

Filme: O caminho das Pedras, de Fernando Segtowick e Alexandre Nogueira

Gênero:Documentário

26 min│ Livre│2016

As histórias de luta dos moradores do Quilombo do Abacatal no Pará.

Filme: Garimpo Tocantinzinho, de André dos Santos

Gênero:Documentário

15 min│ Livre│2014

Na região amazônica, mesmo passados mais de 40 anos da febre do ouro, a corrida por este minério e os sonhos de riquezas ainda estão presentes na vida de muitas pessoas. Neste documentário, alguns garimpeiros quebraram o silêncio e falaram sobre suas vidas na busca pelo ouro.

Filme: Memórias do Cine Argus, de Edivaldo Moura

Gênero: Documentário

19 min  │ 12 anos│2014

O Cine Argus movimentou a vida cultural da cidade de Castanhal, no nordeste do Pará, e  influenciou diversas gerações durante seu período de funcionamento, de 1938 até seu fechamento em 1995. O filme recupera a história desse importante cinema de rua, através do entrelaçamento.

Filme: Em Trânsito, de  Alex Martins

Gênero:Documentário

6 min│ Livre│2016

O curta aborda, de forma simples e pessoal, como é a vida da profissão de motoristas e cobradores de várias linhas de ônibus que circulam no terminal de coletivos da UFPA. Cada um deles fala um pouco da sua relação com o trânsito da capital paraense e com a sua profissão, apontando as dificuldades que encontram no dia-a-dia de uma rotina estressante e violenta.

 

26/05 ( Sexta feira )

CINEMA

18h- Mostra sesc de cinema/  Mostra de Curtas 04

Filme: Shala, de João Inácio

Gênero: Ficção

10 min  │ Livre│2016

Pedro vive em um orfanato na Amazônia e precisa criar situações para chamar atenção de possíveis pais adotivos. Paralelo a essa busca Pedro passa a cultivar uma amizade profunda com seu único brinquedo, a boneca Shala.

Filme: Meninx, de Tarcisio Gabriel da Conceição Santos

Gênero: Ficção

20 min  │ 16 anos│2016

Cris é um garoto transgênero que, além de lidar com os problemas do cotidiano, precisa tomar decisões muito importantes após ir a uma festa, o resultado disso pode mudar sua vida para sempre.

Filme: Toura, de Erik Lopes

Gênero: Documentário

12 min│ 12 anos│2016

Uma ex-vocalista de punk reflete sobre a decisão de abandonar os palcos de vez e encarar o mercado de trabalho após o fim do Toura, marcante e engajada banda punk da qual fazia parte. Ao ser reverenciada no palco por uma banda nova sente sua paixão pela música reacender.

Filme: Conserto, de Anselmo Gomes e Edivaldo Moura

Gênero: Ficção

6 min│ 14 anos│2015    

As dúvidas e escolhas que dois jovens têm que fazer para assumir seus sentimentos, diante da intolerância, da violência, do medo e da dificuldade de aceitação.

Filme: I Loathe You, de Roger is not Braga

Gênero: Ficção

5 min│ 12 anos│2016

O curta metragem narra a rotina de uma pessoa vítima da depressão, presa em casa por causa da própria doença que a impossibilita de sair e ver o mundo.

Filme: Transluciferação, de Galvanda Galvão & Izabela Leal

Gênero: Ficção

3 min│ Livre│2016

Baseado na peça Doutor Faustus liga a luz, da escritora norte-americana Gertrude Stein, o curta propõe um diálogo entre imagem, música e poesia, apresentando um percurso pela cidade e um discurso sobre a cidade. Retoma o tema do Fausto para repensar a modernidade a partir dos processos de industrialização e das aglomerações urbanas, de onde se desdobram labirintos, caminhos e linguagens em circularidade.

Filme: Nam Sibyllam, de Galvanda Galvão & Izabela Leal

Gênero:Ficção

6 min │ Livre│2016

A videoarte discute a presença do poeta norte-americano T. S. Eliot (1888-1965) na obra do poeta piauiense Mário Faustino (1930-1962). Escrito em 1922, o longo poema de Eliot intitulado “The Waste Land” é considerado um marco da poesia moderna. A poética do fragmento que Eliot cultivou em seus poemas pode ser observada nas cinco partes que o compõem, sendo o fragmento IV, “Death by Water”, um dos mais conhecidos e comentados.

 

27/05( Sábado )

CINEMA

16h- Mostra sesc de cinema

Filme: Olhos D'água - da Lanterna Mágica ao Cinematographo, de Eduardo Souza

Gênero:Documentário

01h13│12 anos│2015

O filme busca as origens do pré-cinema e do cinema brasileiro através de artistas, mágicos, mascates, saltimbancos, ambulantes, caixeiros-viajantes e outros aventureiros que "fizeram as Américas” trazendo as mais incríveis novidades. Eles chegaram aqui por um dos portos mais famosos do mundo em meados do século XIX, durante a era da borracha, fazendo história na agitada e efervescente cidade de Belém, principal capital da Amazônia. O filme faz um panorama da cidade que era a terceira renda per capita do mundo à época e seu papel de vanguarda no cenário cultural mundial.

CINEMA

18h – Premiação e encerramento da Mostra Sesc de Cinema

 

 
 
Publicado em 19/05/2017
 

  Matérias Relacionadas:


SEDE ADMINISTRATIVA

Sesc - Serviço Social do Comércio
Av. Assis de Vasconcelos, nº 359 6º andar
Bairro Campina - CEP: 66010-010
Belém - Pará

 

Central de Atendimento: (91) 4005 - 9519

 

FALE COM O SESC

 


Serviço Social do Comércio — Departamento Regional do Pará       www.sesc-pa.com.br   Todos os direitos reservados